segunda, 03 27th

Last updateSex., 24 Mar. 2017 11am

  • Criar Conta
    *
    *
    *
    *
    *
    *

    * Campo Obrigatório.

Artigos

Biscainho-uma das zonas rurais do Municipio

Categoria: Slideshow Publicado em Seg. julho 2015
Visitas: 6490

Biscainho, é um miradouro para o imenso Atlântico que banha a costa norte de Santiago. A aldeia, guardada pela padroeira Santa Rita, é terra de pastores e agricultores. Entre a faina do campo e a lida da casa, as mulheres trabalham arduamente. Na retina fica a imagem de um grupo a descer a encosta, em fila indiana, com lenha e sacos de feijão à cabeça.

As camponesas protegem-se do frio com camadas de calças, saias e pano-de-terra. Em Biscainho, onde residem não mais do que cerca de 300 pessoas, as casas têm uma configuração particular – geralmente, os cómodos são dispostos ao redor de um quintal, desenhando um quadrado perfeito, encimado por telhas ou telhados de concreto. É onde se seca o milho, o feijão e o pasto dos animais.

 

Pode-se ver que além do turismo de praia, Tarrafal tem condições para desenvolver uma oferta de turismo de montanha, nas zonas altas do município.

Praça Central da Cidade, Com a sua Marca Histórica-Igreja Matriz

Categoria: Slideshow Publicado em Ter. julho 2015
Visitas: 5439

No topo da ilha, Tarrafal é a joia da coroa de Santiago. É a sua primeira referência turística e principal estância balnear.

Uma distância de 74 quilómetros e uma hora e meia de caminho de carro separam o Aeroporto Internacional da Praia Nelson Mandela da cidade do Mangue, no Tarrafal. O caminho mais fácil, e confortável, é pela estrada asfaltada que atravessa Santa Catarina e Serra Malagueta. Pela via do mar, leva-se mais tempo e a estrada de calceta tem vários trechos irregulares e acidentados. Porém, a vista da praia do Mangue e da pitoresca cidade capital do município do Tarrafal fazem valer a travessia.

Quem chega a este concelho fica deliciado, não só pela sua beleza natural, como pela simpatia do seu povo, que vive principalmente do comércio, construção e serviços para a coletividade, e que conserva os valores tradicionais das suas gentes, destacando-se a olaria, a tecelagem, a utilização da cimboa e a música, uma vez que, ninguém lá passa sem dançar um funaná ou ver alguém a dar ku tornu, numa roda de batuque.

 

Todas as ruas levam ao mar, numa teia de ruas e calçadas que costuram a encosta que se insinua sobre a praia do Mangue, a única em toda a ilha rodeada de coqueiros, conferindo-lhe o epíteto de “paradisíaca”. Contra o horizonte, impõe-se o recorte do Monte Graciosa, o ponto mais elevado do Tarrafal, com 642 metros de altitude.

Centro de Artes e Ofícios em Trás-dos-Montes

Categoria: Slideshow Publicado em Ter. julho 2015
Visitas: 5250

Conserva os valores tradicionais das suas gentes, destacando-se a olaria, cestaria e tecelagem. A olaria de Trás-os-Montes é uma actividade tradicionalmente dominada por mulheres, caracterizada pela modelagem do barro de forma artesanal. A tradição, que esteve em perigo de desaparecer, ganha novo fôlego com a instalação do Centro de Artes e Ofícios. 

Está em... Home